sábado, 9 de novembro de 2013

Gigantomaquia -Livro 1

           
armaduras, Cavaleiros do Zodiaco, constelacoes, fantasia, gigantomaquia, gigatomachia, mitologia, Saint Seiya,


            Oi gente! Estou de volta desta vez para falar de um livro pouco conhecido ligado uma das maiores franquias de histórias do planeta : Saint Seiya / Cavaleiros do Zodíaco : Gigantomaquia!
           Consistindo em dois livros publicados em 2002 no Japão e em 2005 no Brasil, um dos detalhes interessantes e´sua data de origem, justamente anos depois do seriado e do manga originais terem sido encerrados, então temos o background de todas as sagas, especiais e filmes podendo ser utilizado como base pelo autor.
            Comecemos pelo primeiro livro: A historia de Mei
            Sobre a historia em si, ela segue a cronologia do manga, logo depois o maligno Saga de Gêmeos ter sido derrotado e o Santuário da deusa Athena ter sido reconquistado. Mais do que uma divindade, temos como grande adversário que pretende dominar o mundo a raça dos Gigas (os gigantes da mitologia grega), vestindo trajes feitos com pedras preciosas e liderados pelo deus Tifon, uma entidade que , literalmente, se alimenta do medo e da violência para obter poder.
           Diferente dos cavaleiros de Athena, que a defendem para que seu cosmo de amor auxilie a humanidade, os gigas acreditam no poder através da brutalidade e dos sacrifícios humanos, com os quais alimentam Tifon.
         Assim, auxiliados por um agente secreto do Santuário, o agente secreto Mei ( que da nome ao livro), Shun e Seiya vão até a Sicília o ( onde os gigantes originalmente estavam aprisionados) para interromper a chacina que estavam causando.
        Colocando um comparativo, na mitologia grega a história de Tifon e seus gigante é a seguinte (sendo esta uma das principais versões, não se esquecendo que cada cidade grega da antiguidade clássica era uma nação independente com mitos únicos de cada uma)
          Após Zeus derrotar o tirano Cronos e seus titãs, criando o monte o Olimpo com seus irmãos divinos, Gaia, a deusa da Terra e mãe de Cronos, se enfurece com o assassinato de seu filho e gesta vários monstros, os gigas, entre eles o casal Tifon e Equidna, para atacarem os olimpianos. Os deuses do Olimpo são derrotados e Zeus é aprisionado por Tifon. No entanto, o deus Hermes auxilia Zeus e o senhor dos relâmpagos lidera um novo ataque, desta vez reconquistando o Olimpo e prendendo Tifon sob o monte Etna ( um vulcão na Sicília cujas erupções seriam a fúria de Tifon). Desta forma, Zeus consolida seu reino e a maioria dos monstros gregos, como o Cérbero e a Hidra, são ou parte desta geração de deuses-monstros ou filhos do casal Equidina e Tifon. Sendo que Tifon, um monstruoso gigante meio-serpente, tinha o grande poder de controlar os ventos, sendo seu nome a origem da palavra tufão.
No próximo post falarei do segundo livro que conclui a historia : a Historia de Sangue!

  Foto: http://pt.saintseiya.wikia.com/wiki/Gigantomaquia
  Dicas: http://henshin.uol.com.br/2013/11/01/ainda-mais-novidades-de-saint-seiya/