segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Cemitério de Dragões- Legado Ranger


"Metamorfose!"

                Já imaginou se em "Caverna do Dragão" os heróis ganhassem armas tecnológicas para lutar contra o Vingador? Se o Jaspion se encontrasse com o He-man em Etérnia? Ou se tivesse existido um grupo de Powers Rangers na corte de Rei Arthur? Esse é o mundo de Cemitério de Dragões, escrito por Raphael Draccon, o mesmo autor de Dragões do éter e Fios de Prata!
dragões, Jaspion, literatura brasileira, literatura nacional, Policial do Espaço, Power Rangers, Raphael Draccon, Super Sentais, Tokusatsu,

       Em um mundo que varia de um império demoníaco a um reino de artistas marciais, 5 humanos são teleportados misteriosamente: uma artista marcial irlandesa, um soldado norte-americano, um hacker brasileiro, uma guerrilheira africana e um dublê francês. Cada um cai em um reino diferente onde precisam tanto dar um jeito de voltar para casa  quanto sobreviver a invasão dracônica que assola aquele terra, um lugar onde se acumulam pessoas de diversos mundos . Desta forma, precisarão da ajuda de uma tecnologia que mescla metal vivo, sangue de dragão e viagem interdimensional! Um grupo que heróis que funde os conceitos de Metal Heros (como Jaspion) com os de Super Sentai ( precursores do Powers Rangers)!
                  Quando pensamos em metal vivo  podemos nos recordar do Exterminador do Futuro 2 e seus sucessores, onde a nanotecnologia cria inteligências artificiais que fluem como líquido, capazes de assumir qualquer forma. Do outro lado temos os seres feitos de silício, como aparece em alguns episódios de Star Trek e os Transformers. Desenvolvendo o conceito de maneira própria,  aqui armas desse material misto entre o mineral e o orgânico é forjado por secretos grupos de alquimistas anões.
                  Cemitério de Dragões também faz jus ao nome. Os fragmentos de dragões são cobiçados como fonte de poder incalculável, usados para magia negra, fabricar armas incríveis ou matéria-prima para modificar magicamente outras criaturas. Me fez relembrar o ótimo episódio de Caverna do Dragão denominado" Cemitério dos Dragões", onde os heróis vão para reenergizar suas armas mágicas.
                 O livro é diretamente inspirados nos tokusatsus que passaram no Brasil, não se restringindo a saga dos Policias do espaço nem aos supergrupos como Changeman, mas pegando influencias de Ultraman, Kamen-Rider, inclusive outros mais raros como Lion Man . Uma das maiores diversões é justamente descobrir de onde saiu cada elemento!
                  E talvez uma das maiores homenagens seja justamente aos sentais, se destacando os arquétipos assumidos pelos heróis do livro.
                   Numa formação clássica temos o líder vermelho, normalmente o mais sério de todos e grande lutador. Curiosamente em Changeman essa seriedade permeia um pouco todos do grupo, já que são um esquadrão especial do exército.
                 Teremos sempre um personagem que é a mais feminina do grupo, normalmente a rosa e 50% das vezes namorada do vermelho. Variando um pouco o tema, na temporada Power Rangers Força do Tempo a Rosa era a mais durona, líder da equipe auxiliada pelo Azul, enquanto o vermelho começa como o engraçadinho do grupo que vai aprendendo a assumir responsabilidade.
                    O papel de engraçadinho do grupo costuma a pertencer ao azul, ao verde ou preto.  Normalmente por ser o paquerador, o rebelde sem causa ou apenas adorar um brincadeira ( melhor estilo"piadas do Homem-Aranha").
                     Também é necessário um cérebro pro grupo! Algumas vezes será o próprio líder com seu pensamento estratégico, outras vezes será um dos outros 4 com seu estilo gênio. Outras vezes será parte da equipe de apoio, o cientista que faz a manutenção do equipamento dos Rangers. Em Dai Sentai Goggle V toda história gira em torna dos cientistas do bem que lutam contra os cientista do mal, sendo o Staff dos Rangers composto por uma dúzia  de crianças superdotadas.
                   E ainda  precisamos dos músculos! Alguém lembra de Flashman, onde o verde tinha luvas de boxe cristalinas para atacar o adversário? Ou mesmo dos diversos sentais cuja fonte de poder do grupo vinha do treinamento em  artes marciais como Maskman, P.R.Tempestade Ninja ou P.R. Fúria da Selva ?
                   Por fim, apesar de ser um elemento mais recente, temos o ranger extra! Podendo ser de qualquer cor, inclusive tons metálicos. Ele costuma ser muito mais poderoso que o resto do grupo, até mesmo parecendo ser um personagem totalmente a parte! Na terceira temporada de Power Rangers, o ranger extra era um robô ninja que chegava numa nuvem voadora!  Em Power Rangers Força Mística é um cavaleiro de armadura dourada!! Isso quando não chegam como um ranger criado pelo próprio vilão na tentativa de duplicar os poderes dos heróis!!!
                    Desta forma, desconstruindo e mesclando esses arquétipos temos os protagonistas do livro. Então, entre no seu megazord e venha para o combate!
 

Foto: http://www.raphaeldraccon.com/blog/